Roberto Beltran, CEO da Delamata

1 de março de 2022

Delamata

“Colocamos o foco em tornar nossos projetos um sucesso de vendas para o cliente”

Delamata é um estúdio independente de branding e packaging localizado em Madrid, com mais de 15 anos de experiência a trabalhar para grandes marcas. Seu CEO explica sua história, seus projetos e sua visão de embalagens.

Por que você decidiu se especializar em branding e design de embalagens?
O design sempre foi a paixão da nossa fundadora e diretora criativa executiva Teresa Martín de la Mata. Estudou Belas Artes na Universidade Complutense de Madrid e completou a sua formação em marketing e estratégia de negócios com vários mestrados no Instituto de Empresa e IESE em Madrid.

A sua experiência profissional de vários anos em Londres numa agência de design especializada em embalagens de bebidas espirituosas, Blackburn's, e em Paris na Remy Cointreau, responsável pelo desenvolvimento de novos projetos, permitiu-lhe treinar na metodologia de trabalho e receber a influência estética destas duas inspiradoras cidades. Em 2003 fundou a Delamata e se especializou em branding e design de embalagens. Atualmente oferecemos outros serviços aos nossos clientes como a criação de naming, design e estratégia de ponto de venda, pesquisa e projeto estrutural.

Uma embalagem pode ser decisiva no sucesso ou fracasso de um produto?
Definitivamente sim, embora não seja a única variável. A embalagem é o elemento mais importante que as marcas têm para estar em contacto com os seus consumidores. É um elemento que está presente todos os dias seja na prateleira ou em nossas casas. O consumidor toma a decisão final sobre qual produto escolher em apenas 7 segundos e esse é o tempo que ele gasta decidindo se escolhe uma marca ou outra. A embalagem não deve apenas ser atrativa e inovadora, mas também transmitir os valores da marca para ser a escolhida, em comparação com toda a sua concorrência que compartilha linearmente, e também deve conectar emocionalmente com o consumidor, e assim ser memorável. A embalagem nunca deve refletir o produto como uma promessa exagerada, mas como o que realmente é, da maneira mais atraente e honesta possível.

Em muitos de seus projetos, a cor desempenha um papel importante. Pode-se dizer que optam pela cor e fogem do minimalismo?
Obviamente depende do projeto. Para uma gama de produtos convencionais, a cor é importante para diferenciar variedades ou subfaixas, e nós a usamos como outra ferramenta. Existem certos produtos, como um refrigerante, em que o uso da cor é muito importante para enfatizar o conceito de 'diversão'. As modas são cíclicas e o minimalismo é uma máxima do design que não pode ser evitada em determinados projetos. Se estivermos projetando a embalagem de um produto talvez mais premium em que naturalidade e simplicidade nos ajudem a explicá-lo melhor, sempre tenderemos a tornar o design mais minimalista, mais limpo. Além disso, esse tipo de projeto se encaixa perfeitamente na redução de materiais necessários na busca pela sustentabilidade que hoje se valoriza.

Que importância você atribui à ilustração?
Como no ponto anterior, depende do projeto. Somos apaixonados pelo mundo da ilustração, mas não podemos deixar que nossos gostos ou paixões venham antes das necessidades do próprio projeto. Afinal, a ilustração é mais um recurso, como a tipografia, as cores, a fotografia... E, como em cada um deles, antes de tudo, é preciso analisar e avaliar se o seu uso contribui para o design em si. Além disso, existem várias formas de utilização deste recurso, desde a ilustração principal que funciona como elemento reconhecível de um design, até a ilustração que enriquece um pequeno carimbo e é apresentada apenas como um detalhe.

Como eles contribuem para uma embalagem mais sustentável?
Sempre que temos oportunidade, propomos materiais reciclados ou recicláveis ​​tanto para as embalagens como para os rótulos e tintas a utilizar. Tentamos colocar nosso grão de areia desde o início do projeto. Hoje, as marcas estão muito conscientes da sustentabilidade e de transmitir ao consumidor sua preocupação e seu compromisso com o cuidado com o meio ambiente. Nesse aspecto estamos estreitamente alinhados com os departamentos de marketing das marcas que sabem perfeitamente que ou entram no trem da sustentabilidade ou ficam definitivamente na plataforma. A tendência é criar embalagens com apenas o necessário, otimizando processos, materiais, conteúdo e logística.

Eles trabalham principalmente para alimentos e bebidas. São setores mais receptivos à mudança, à inovação?
Trabalhamos para todos os tipos de clientes e todos os setores, embora seja verdade que há alguns que evoluem mais rápido do que outros, como é o caso dos alimentos e bebidas. São setores que se movem mais por tendências e são mais sensíveis às mudanças. No setor de bebidas, as inovações estão focadas em novas receitas, com menos açúcar para refrigerantes, mais receitas artesanais e artesanais para cervejas e com aporte proteico para leites e shakes. Na alimentação, as inovações estão atreladas a produtos para veganos, Km. 0 e produtos saudáveis ​​seguindo as demandas dos consumidores. As marcas estão atentas ao que os consumidores exigem delas e, embora a inovação seja cara para as empresas, elas se esforçam para lançar novos produtos para satisfazer seus clientes, embora nem sempre tenham sucesso. Estamos aqui para ajudar nossos clientes a moldar todas essas inovações para que sejam lucrativas e a escolha nas prateleiras. Trazemos para nossos projetos uma visão estratégica e foco 100% no negócio.

Conte-nos sobre dois de seus projetos.
Nesta ocasião falaremos de dois projetos bastante completos e dos quais nos sentimos especialmente orgulhosos pelo resultado. Por um lado, o redesenho do branding e embalagem da gama de azeitonas Jolca e, por outro, a criação do naming, branding e design de embalagem do Amaretto MalaVita.

Delamata

Qual foi o objetivo com Jolca?
O objetivo era modernizar e criar uma nova arquitetura de marca. Crie uma nova estratégia que mantenha os valores mais autênticos e positivos da Jolca. Definir os elementos distintivos e diferenciadores e organizar as gamas em função dos diferentes benefícios para o consumidor.

Queríamos conectar a marca com novas tendências de consumo, com um público mais jovem e com diversos mercados e consumidores.

Para isso fizemos um estudo exaustivo da concorrência e da própria marca. Chegamos à conclusão de quais valores consideramos mais importantes para a marca Jolca. Por um lado definimos os valores estabelecidos: artesanato, tradição/autenticidade, qualidade, confiança e origem. Por outro lado, definimos os valores a promover: naturalidade, sabor/variedade, modernidade/inovação e proximidade/sociabilidade.

Apresentamos um novo logotipo cheio de caráter e singularidade que consegue diferenciar a identidade da Jolca, composta pelo símbolo do estorninho, o logotipo 'Jolca' e sua afirmação 'The Olive Masters'.

Através da cor verde quisemos reforçar a associação com o campo e a natureza e a continuidade da marca rumo a um novo futuro. A fotografia do produto reforça o compromisso da marca com a qualidade. Tinha que seguir diretrizes estabelecidas para que o produto fosse apresentado de forma natural, apetitosa e diferente da concorrência. Usamos um tipo de letra moderno com fortes traços de tradição e artesanato.
Em termos de apelo: 97% dos consumidores gostaram do novo visual.

Como foi o projeto Malavita?
Foi um dos mais completos que fizemos na agência. Criamos o naming, branding, storytelling e design de embalagem para este amaretto do grupo Varma. O objetivo foi criar um naming para um amaretto com um público jovem, que gosta de combinar essa bebida com mixers para a “tarde”. O alvo do amaretto é tradicionalmente muito antigo e a marca buscou atingir um público jovem.

O nome deve nos levar a um produto italiano com caráter desonesto, mas com muito estilo. Mala Vita foi o nome escolhido e na Delamata cuidamos de desenvolver toda a narrativa da marca. Ao desenvolver o branding propusemos várias rotas de design muito diferentes. Isso é algo usual em nossa agência. Gostamos de propor diferentes formas de design para oferecer à marca um leque de possibilidades de escolha. Muitas vezes nós os ajudamos a abrir os olhos de uma certa maneira para que percebam até onde sua marca pode ir. Tanto o nome quanto a marca são super poderosos. Relativamente à descida para a embalagem, nesta ocasião estivemos muito limitados à área de impressão da garrafa. A etiqueta não podia ultrapassar esta medida mas apesar desta limitação, conseguimos tanto com o design como com os diferentes acabamentos que lhe demos, estampagem em cor metálica para a bandeira italiana, vernizes em relevo, etc., para lhe dar a aparência e personagem que queríamos rotular.

O que significam os prêmios? Além de ser um reconhecimento, “abre portas”?
Os prêmios são o reconhecimento do nosso trabalho pelos profissionais de design e marketing, mas na Delamata não projetamos com o objetivo de ganhar prêmios. Colocamos o foco em nossos projetos sendo um sucesso nas vendas para o cliente, sempre pensamos no retorno do seu investimento. Ninguém é amargo com um doce e apresentamos algumas peças à concorrência quando temos certeza de que é um design impressionante, inovador ou que está fora do comum em sua categoria. Para nós é uma satisfação dupla ser premiado por nossos projetos e ao mesmo tempo ajudar nossos clientes para que seus produtos tenham repercussão na mídia e alcancem mais visibilidade. Na ocasião, nossa diretora criativa executiva também foi membro do júri de alguns prêmios, como o Cannes Lions, onde fez parte do júri da equipe espanhola na categoria design. Prêmios realmente não abrem portas para nós. O que nos abre portas para conquistar novos clientes é o boca a boca das marcas com as quais trabalhamos. Ao longo destes quase 20 anos de atividade conquistamos a confiança de marcas líderes a nível nacional e internacional. Realmente são nossos clientes satisfeitos e nosso portfólio e experiência que abrem as portas para novos clientes.

Quais tendências você observa atualmente no design de embalagens?
O estilo de branding e embalagem está alinhado com a personalidade das marcas, mas ninguém está isento da influência dos padrões de design gráfico predominantes a cada ano. Basicamente são tendências que mudam ano após ano. Nesse sentido, podemos falar sobre diversas tendências que estão sendo vistas nas prateleiras, como o uso do lettering como protagonista dos designs. Não estamos falando apenas dos valores que cada tipo de letra pode transmitir (poder, proximidade, naturalidade), mas de pura estética para atrair a atenção dos consumidores. Outra tendência atual é o minimalismo em matérias texturizadas ou cruas. Desta forma, o design simples, sóbrio e com cores neutras é sustentado pelo material de acabamento dando sentido ao design. Outras tendências que vêm e vão são o estilo retrô dos anos noventa. Qualquer piscadela que inspire nostalgia dos anos noventa é uma tendência.

COMPARTILHAR

Você pode estar interessado em continuar lendo ...

      
LIASA A Indústria do Algodão
Sampling Innovations Europe, SL
BI INDUSTRIAL
Tesem
Grupo de Embalagem
Alglass, SA
We Are Aktivist, SL
GARROFE
PCM-Packaging Color Manufacturing, SL
Tecnologia de monômero
pacote quádruplo
UPM RAFLATAC IBÉRICA
Traduzir »

X