12º Congresso da Cadeia de Suprimentos AECOC

24 de outubro de 2022

AECOC

Foto: Jesús María González, diretor de logística da Pepsico na Espanha. El 12º Congresso da Cadeia de Suprimentos AECOC, realizado no La Nave em Madrid, reuniu os directores gerais da operadores logísticos lideranças para analisar a situação atual do setor, marcada por tensões na cadeia produtiva e no quadro geopolítico e econômico. 

O CEO da Kuehne-Nagel, Michael Ambielle, descreveu o momento atual da logística como uma “fase de ajuste”: “depois da pandemia tivemos uma grande recuperação do consumo que, por outro lado, colocou uma pressão muito significativa nos processos logísticos; tudo o que aconteceu no ano passado reajustou essa recuperação que estávamos vivendo e nos colocou em um momento de vale”. 

Colaborou na análise o diretor de DB Schenker Ibéria, João Carlos Moro, que destacou as mudanças vivenciadas pelo setor nos últimos três anos: “com a pandemia aprendemos a reagir com agilidade e ser mais flexíveis para buscar soluções constantemente, e isso vai continuar sendo uma característica do setor”. Moro também avaliou o momento atual como “complexo” e arriscou que “continuará a sê-lo nos próximos anos. 

Na mesma linha, o CEO da DHL Supply Chain Espanha, Roberto Pascual, considerou que "a situação geopolítica e os dados macroeconómicos não convidam a optimismo", e sublinhou a necessidade de o sector contar com os progressos realizados nos últimos anos. “Nunca houve tanto foco tecnológico em logística como agora e nunca tivemos tantas startups fazendo projetos para o setor; devemos continuar avançando em nossa agenda de digitalização e transmitir nossas necessidades para implementar soluções tecnológicas”. 

Aproximação das cadeias de suprimentos
Em sua análise da situação do setor, Moro também se referiu ao processo de aproximação dos centros de produção que vem ocorrendo desde o início da pandemia. “A crise da saúde expôs a fragilidade do modelo de hiperglobalização, e isso abre oportunidades para o norte da África, Turquia e sul da Europa como novos centros de produção; empresas estão trazendo seus processos logísticos, antes concentrados na Ásia, para minimizar o risco no abastecimento”. 

O CEO da DB Schenker Iberia salientou que esta abordagem também tem a ver com a resposta às novas exigências dos consumidores. "Nossos compradores querem envios de produtos em até 24 horas e as empresas estão cada vez mais comprometidas em ter armazéns próximos de seus clientes, porque é isso que lhes permite competir com os grandes marketplaces." 

logística sustentável
O 12º Congresso AECOC Supply Chain também contou com a participação do diretor de logística da Lidl, Drone David, que destacou os projetos da empresa para avançar para um modelo de logística sustentável. Atualmente, a cadeia gera 0,13% da energia fotovoltaica produzida em Espanha, o que significa que toda a energia consumida nas suas lojas é proveniente de fontes renováveis. Além disso, nos últimos anos, o Lidl reduziu em 46% a pegada de carbono derivada dos seus processos logísticos graças à renovação dos seus armazéns, projetos de colaboração com os seus fornecedores e o investimento feito em camiões de gás. 

Por fim, o diretor de logística da Pepsico na Espanha, Jesus Maria González valorizou os resultados alcançados com o projeto de sustentabilidade Pepsico Positive, que se concentra na melhoria dos processos na agricultura, na cadeia de valor - com o objetivo de atingir emissões líquidas zero até 2040 - e nas marcas, que se propõe a melhorar os valores nutricionais das marcas Pepsico. 

Em relação à cadeia logística, a Pepsico espera reduzir as emissões em 40% com a instalação de painéis fotovoltaicos. Também mudou sua estratégia de transporte com cargas maximizadas, maior presença de transporte ferroviário ou marítimo ou investimento em caminhões a gás e veículos elétricos, com os quais reduziram suas emissões logísticas em 8%.  

COMPARTILHAR

Você pode estar interessado em continuar lendo ...

      
BI INDUSTRIAL
We Are Aktivist, SL
Adequo
Rafael
RESOLVER CG
Ramón Clemente, SA
MPO Internacional
Winter Company Espanha
Metalicoplastico, SA
UPM RAFLATAC IBÉRICA
Tesem
Sampling Innovations Europe, SL
Traduzir »