As empresas de embalagens Amec aumentaram suas vendas em 3,2% em 2020

27 de maio de 2021

Exportações mundiais. Fonte: Amec. A Amec Embalagens fez encontro com a mídia nesta terça-feira, no qual compartilhou a situação do setor. Apesar da pandemia e da crise que gerou, embalagem amec eles aumentaram seu faturamento em 2020 em 3,2. As exportações caíram 2,9%, embora haja uma clara mudança de tendência, já que no primeiro trimestre de 2021 aumentaram até 17% em relação a 2020.
“Neste 2021 percebemos que a situação se normalizou”, disse o presidente da amec envasgraf, Imagem de marcador de posição de Michele Palma, que apontou aspectos positivos dos problemas vividos durante a pandemia, como o impulso para a digitalização e a racionalização das viagens: “As empresas estão otimistas com a evolução de 2021 com a esperança de que aos poucos recuperemos a normalidade e face a os contatos pessoais com os clientes podem ser restabelecidos.

2021 está sendo um ano difícil para logística e suprimentos. Nesse sentido, o presidente da amec envasgraf explicou como a indústria enfrenta o aumento dos preços das matérias-primas, bem como os problemas de logística e mobilidade das mercadorias, detalhando como estão a resolver estes novos entraves ao funcionamento das empresas. Michele Palma admitiu que há problemas de escassez de produtos eletrónicos e que não se sabe quanto tempo vai durar esta situação, o que também afecta o transporte porque há menos navios.

Importações e exportações espanholas

Em 2020, “a Espanha continua entre os 10 maiores exportadores mundiais do setor e posiciona-se na oitava posição, superando a França”, afirmou o diretor da amec envasgraf, Carmina Castellà. Os principais mercados mostraram-se resilientes em 2020, embora a França ou Portugal tenham sofrido uma ligeira redução das exportações, abrandando a sua tendência ascendente. Os Estados Unidos continuam sendo o principal destino e a Rússia confirma seu crescimento nos últimos quatro anos. O México perde algum peso nas exportações.

Por subsetores, nos últimos anos o crescimento sustentado da Máquinas de embalagem e embrulhoenquanto o Embalagem e maquinário de embalagem sofreu as consequências da pandemia e viu a sua tendência positiva abrandar em 2020. Pelo contrário, os subsetores da Máquinas de conversão e máquinas de papelão ondulado foram favorecidos e conseguiram mudar a tendência negativa que arrastaram nos anos anteriores.

Situação atual e perspectivas para 2021

Para 60% das empresas, a situação em 2020 é avaliada como pior do que a do ano anterior, embora a embalagem seja um dos setores em que esta avaliação é menos negativa. “Para 2021 as perspectivas são melhores, embora as empresas continuem cautelosas”, explica o diretor da amec envasgraf.

Encontrar novos clientes e parceiros de negócios tem sido a principal dificuldade que as empresas industriais encontraram na sua atividade internacional em 2020. Também se destacam duas outras dificuldades marcadas pela pandemia: a necessidade de adaptar protocolos de segurança aos trabalhadores e obter maiores recursos financeiros. Analisando os riscos futuros, a instabilidade geopolítica continua preocupando as empresas, mas o surgimento de futuras pandemias está entre os principais riscos. A concorrência de mercados emergentes e outros setores também é uma preocupação, assim como as demandas ambientais.

As principais atividades de inovação desenvolvidas pelas empresas centram-se na criação de novos produtos e atividades internas de I&D. No entanto, a digitalização do serviço técnico é uma das principais estratégias para tornar as cadeias de valor mais resilientes, com um forte investimento das empresas para prestar um melhor serviço técnico e dar continuidade à comercialização.

Além da digitalização, as tendências em 2020 têm sido automação dos processos e Indústria 4.0; a adaptabilidade das máquinas às mudanças no formato dos contêineres; a fabricação de linhas mais versáteis, seguras e produtivas com menor custo; adaptação ao e-commerce; bem como a aplicação do conceito de Design Higiênico das máquinas. “As empresas têm-se voltado para a oferta de soluções personalizadas e, cada vez mais, soluções completas, no firme compromisso de prestar o melhor serviço técnico, incorporando em muitos casos o serviço 24/7 365 dias”, declarou o diretor da amec envasgraf.

Castellà destacou que as empresas estão se adaptando às crescentes demandas ambientais: menor consumo de energia e compromisso com a economia circular e a sustentabilidade. Da mesma forma, entre as tendências futuras, devemos estar atentos à rastreabilidade dos produtos, às embalagens inteligentes e à rápida evolução do e-commerce.
 
Resposta da amec aos desafios do setor

Carmina Castellà explicou as medidas que a amec tem empreendido para dar uma resposta efetiva aos novos desafios que a indústria do setor enfrenta. Pioneira na implementação do seu propósito, 'Contribuir da indústria para fazer a mudança de era segura, transversal e positiva para as pessoas e para o planeta', amec eEstá atuando para fortalecer a indústria positiva e ajudá-la a gerar mais progresso. Dentre os serviços e ações desenvolvidos pela amec envasgraf, luzes encontro entre empresas do setor com empresas de engenharia que desenvolvem projetos chave na mão. Também colocou à disposição de empresas do setor uma plataforma de promoção internacional para que possam chegar a qualquer um dos seus mercados de interesse. Do mesmo modo, realiza formação em aspectos fundamentais para a competitividade das empresas industriais (adaptabilidade e inovação, marketing industrial, marketing digital, vendas para técnicos).

Além disso, fornece informações e estudos elaborados pelo Observatório da Amec e promove a inovação por meio da detecção e promoção de novos projetos e do acesso a ajudas públicas e Fundos de Próxima Geração. O Fórum Amec será realizado no dia 6 de julho.

As empresas que fazem parte AMEC Geram um volume de exportação superior a 6.200 milhões de euros, exportam em média 53,6% do seu volume de negócios e investem 3,9% em inovação.

COMPARTILHAR

Você pode estar interessado em continuar lendo ...

Controlpack e Soretrac unem forças
A partir deste início do ano 2021, Controlpack, SL e Soretrac, SA unem forças. Soretrac, fundada em 1975 por Juan-Francisco Burguete, torna-se mais uma empresa do grupo e completa ...
Igamo redesenha seus armazéns com racks AR Racking
Igamo, empresa especializada na concepção e fabrico de soluções de embalagens personalizadas com sede em Legutiano (Álava), confiou na AR Racking, empresa líder no mercado de sistemas ...
Heidelberg apresenta a nova Speedmaster CX 104 em seu evento digital It's Showtime
A Heidelberger Druckmaschinen AG (Heidelberg) apresentou sua mais recente estreia mundial, a nova Speedmaster CX 104, ao vivo na China Print de 23 a 27 de junho em Pequim e simultaneamente no evento de ...
Nova solução de impressão Domino para aplicações farmacêuticas
A Domino Printing Sciences apresenta o novo K600G, uma solução de impressão digital em bobinas e folhas de blister para a serialização de produtos em aplicações farmacêuticas. ...
Uma solução da Tetra Pak reduz o uso de água e as emissões de carbono
A Tetra Pak revelou seu novo portfólio de soluções de tratamento térmico UHT 2.0 e seu novo equipamento de embalagem Tetra Pak® E3 / Speed ​​Hyper. Essas soluções respondem às necessidades ...
Comexi chega à 150ª venda do cortador de torre compacto S2 DT
A Comexi chega a 150 vendas da cortadora de torre compacta S2 DT, colocando mais de 350 máquinas de torre dupla no mercado (contando também com as vendas da família S1 DT). ...
      
Alglass, SA
Rafesa
UPM RAFLATAC IBÉRICA
Cideyeg, SA
Winter Company Espanha
We Are Aktivist, SL
GARROFE
PCM-Packaging Color Manufacturing, SL
Tesem
Metalicoplastico, SA
Plastics Juárez
Sampling Innovations Europe, SL

X

Traduzir »